Scania mostra caminhão autônomo sem cabine para motorista

A Scania apresentou nessa semana um conceito de caminhão autônomo sem cabine.

Chamado de AXL, ele foi pensado para operar em canteiros de obras e minas, locais mais propícios para o desenvolvimento dos autônomos, já que são ambientes com circulação controlada.

A própria Scania já testa há algum tempo caminhões autônomos. A novidade é que todos, até então, possuíam uma cabine e um motorista de prontidão, para situações de emergência.

O AXL é monitorado remotamente. A operação em minas, segundo a Scania, é facilitada por ter um sistema de logística já definido, que informa ao veículo como a tarefa deve ser executada.

Para isso, ele conta com sensores, câmeras, radares e lidares, que monitoram todo o ambiente em volta. Mesmo sem a cabine, a Scania criou um desenho que preserva a identidade dos caminhões da marca.

“O desenvolvimento de veículos autônomos fez grandes progressos nos últimos anos. Nós ainda não temos todas as respostas, mas por meio de veículos-conceito como o Scania AXL, abrimos novos caminhos e continuamos a de forma veloz”, disse o chefe de pesquisa e desenvolvimento da Scania, Claes Erixon.

A Scania equipou o AXL com um motor a combustão, mas que roda com biocombustíveis (não especificados pela empresa).

A Volvo, conterrânea e rival da Scania, também já mostrou um conceito de caminhão autônomo sem cabine. Embora ainda sejam conceitos, eles não devem demorar a ganhar versões de produção.