hackers podem invadir seu carro?

Muitos se perguntam dos riscos que os carros autônomos podem gerar, por ser uma tecnologia relativamente recente, possuem várias brechas de segurança a serem exploradas. Uma das coisas mais temidas, é a tomada total de controle do veículo de forma remota. Cerca de 4 anos atrás 2 hackers chamados pela Wired invadiram um cherokee (que fora considerado o mais acessível para invasão na época), no vídeo abaixo é possível ver que os hackers conseguiram desligar o motor, cortar os freios, travas, e a multimídia,

 

 

Isto é possível caso o hacker tenha acesso físico ao carro, se plugando pela entrada OBDII (usada para diagnósticos e reparos eletrônicos) , por ficar sempre coberta pelo plástico do carro, pode demorar até que o motorista perceba.

Há também outros tipos de hackeamento, que funcionam com engenharia social, como por exemplo, acessar informações do seu GPS para saber onde você, e assim realizar um furto tendo a certeza que o proprietário estará em casa.

Apesar de grande parte destas falhas já terem sido corrigidas, se faz necessário o uso de algumas destas dicas para se manter mais protegido:

  • Apague a conexão de todos os celulares que não sejam aqueles que sejam usados frequentemente no carro;
  • Desabilite as permissões de acesso de aplicativos e recursos do sistema multimídia que você não usa;
  • Mantenha as chaves presenciais no bolso da frente (atrás é mais fácil para invasores ficarem próximos o suficiente para captar a frequência de comunicação do dispositivo);
  • Não deixe gravado no GPS do carro o endereço da sua casa. Em vez disso, use um endereço próximo;
  • Verifique se o sistema multimídia está com a mesma configuração e tela que você deixou ao entregar o carro para o manobrista;
  • Se estiver em um local que não conhece, prefira trancar o carro da maneira convencional, usando a chave no miolo da fechadura. Isso impede que o sinal do controle seja captado ou bloqueado.
                                                                                                                                                                fonte dicas:quatro rodas

Espero que tenham gostado, até o próximo post!