Bateram no meu carro. E agora?

Bater o carro é um problema pelo qual ninguém quer passar. Infelizmente é uma situação que até o mais dos cautelosos dos motoristas estão propenso a passar.

A colisão traz prejuízo, perda de tempo e, dependendo da situação, uma extrema dor de cabeça, visto que o causador do acidente diz que pagaria, porém no final não paga!

Então qual a atitude deve ser feita para quem se envolve num acidente de trânsito?

Antes de tudo, seja precavido e não caia na história de que “Faça o orçamento, me envie e deixa que  eu pago“.

Siga os seguintes passos e garanta seu direito:

  1. Após a colisão fotografe tudo que puder como o próprio acidente, placa do veículo, condições da pista etc. Colete nomes de testemunhas.
  2. Caso a pessoa não forneça os dados para uma futura composição cível, posteriormente, pegue o número da placa, vá a algum despachante do Detran e tente coletar dados sobre o veículo causador da batida e dados sobre o dono do veículo.
  3. Providencie registrar um boletim de ocorrência do ocorrido.

Após isto, é possível enviar uma notificação extrajudicial para aquele que causou o dano objetivando, através de acordo, impedir amigavelmente os prejuízos que este lhe causou.

Caso não concretize nenhum acordo, resta ingressar no juizado especial.

Em juízo você pode requerer o ressarcimento dos valores gastos no conserto do carro (guarde notas fiscais) ou indenização para que seja feito os devidos reparos.

Por fim, em caso de dúvidas ou problemas para solucionar acordo, é sempre bom procurar um advogado.

 

Leia também: Dicas para comprar um carro novo